Política de privacidade

A Strain agradece a sua visita ao nosso website. Assegure-se que lê atentamente a Política de Privacidade apresentada nesta página.

A Strain está empenhada em proteger a privacidade dos utilizadores do seu website. Desta forma, foi produzida a presente Política de privacidade, segurança e proteção de dados, com o objectivo de garantir o seu compromisso e respeito para com as regras de privacidade e de proteção de dados pessoais.

A Strain compromete-se a processar os seus dados pessoais em conformidade com a Lei de Proteção de Dados Pessoais – Lei 67/98, de 26 de outubro, e a demais legislação vigente nesta matéria como a Lei 41/2004, de 18 de agosto, com a redação que lhe foi dada pela Lei 46/2012, de 29 de agosto, relativa à proteção da privacidade no que diz respeito ao tratamento de dados pessoais, sendo que esta Legislação está prestes a ser substituída uma vez que o Regulamento (UE) 2016/679 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 27 de abril de 2016, relativo à proteção das pessoas singulares no que diz respeito ao tratamento de dados pessoais à livre circulação desses dados e que revoga a Diretiva 95/46/CE (Regulamento Geral sobre aProteção de Dados), é aplicável a partir de 25 de maio de 2018. (doravante "RGPD"),

Assim, de acordo com o RGPD a Strain, (dados da empresa “Strain”) criou o presente documento:

Âmbito da nossa Política de Privacidade

A presente política de privacidade abrange este website. A Strain respeita a privacidade do Utilizador e processa os seus dados pessoais de acordo cm toda a Legislação acima indicada.

Qual é o fundamento jurídico para o tratamento dos dados pessoais do utilizador e quais são as finalidades do tratamento a que os dados pessoais do utilizador se destinam?

Os dados recolhidos nos formulários do website tem como fundamento o consentimento do titular e destinam-se exclusivamente ao processamento dos pedidos dos descontos promocionais dos utilizadores, os dados serão utilizados para enviar os cupões aos utilizadores, depois de estes o reclamarem no website. O utilizador que tira as fotos nas campanhas dão autorização para que estas sejam comercializadas pela Strain, sendo que o direito à imagem pertence à Strain. Os dados não serão utilizados em mais nenhuma ocasião, com a exceção do possível envio de newsletters, sendo que só enviaremos a quem solicitar a recepção destas informações e não serão usados para qualquer outro processamento, assim, são Recolhidos para finalidades determinadas, explícitas e legítimas e não podendo ser tratados posteriormente de uma forma incompatível com essas finalidades. Os dados são Conservados de uma forma que permita a identificação dos titulares dos dados apenas durante o período necessário para as finalidades para as quais são tratados. Os dados são tratados de uma forma que garanta a sua segurança, incluindo a proteção contra o seu tratamento não autorizado ou ilícito e contra a sua perda, destruição ou danificação acidental, adotando as medidas técnicas ou organizativas adequadas.

Dados Pessoais

A Strain, no seu website, não faz tratamento de dados pessoais pertencentes a categorias especiais na aceção do art.º 9 do Regulamento (UE) 2016/679 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 27 de abril de 2016.

Através do Website ou de Mensagens, a Strain pode obter e tratar os seguintes dados pessoais

Informação fornecida por si no Website, mediante o preenchimento de formulários e a que é fornecida aquando do registo para utilizar o Website, quando seja necessário, ou para beneficiar de descontos, como atividades, newsletters, colocação de conteúdos ou outros. A informação que fornece quando envia um e-mail a solicitar informação, pode ser igualmente tratada. Na análise de dados iremos recolher o nº de gostos, comentários e partilhas, assim como o número de amigos (se este for público) para calcular as taxas de conversão das publicações, para possibilitar calcular os resultados e sucesso da campanha.

Condições aplicáveis ao consentimento

Ao aceder ao website e efectuar o login o titular dos dados irá receber um e-mail ,com o endereço onde declara dar os seu consentimento para o tratamento dos seus dados pessoais. O titular dos dados tem o direito de retirar o seu consentimento a qualquer momento. A retirada do consentimento não compromete a licitude do tratamento efetuado com base no consentimento previamente dado.

Privacidade dos menores

No caso do titular dos dados tiver dado o seu consentimento para o tratamento dos seus dados pessoais para uma ou mais finalidades específicas neste documento é licito o tratamento dos dados, mas no que respeita à oferta direta de serviços da sociedade da informação às crianças, dos dados pessoais de crianças é lícito se elas tiverem pelo menos 16 anos.

Caso a criança tenha menos de 16 anos, o tratamento só é lícito se e na medida em que o consentimento seja dado ou autorizado pelos titulares das responsabilidades parentais (País) da criança. Desta forma, a responsável pelo tratamento envida todos os esforços adequados para verificar que o consentimento foi dado ou autorizado pelo titular das responsabilidades parentais da criança, tendo em conta a tecnologia disponível.

(Segundo o regulamento os Estados-Membros podem dispor no seu direito uma idade inferior para os efeitos referidos, desde que essa idade não seja inferior a 13 anos.)

Responsável pelo tratamento dos dados pessoais

A entidade responsável pela recolha e tratamento dos dados pessoais é a Strain. O Responsável pelo tratamento estabelece quais os dados a recolher, os meios de tratamento desses dados e o formato e fim para que são utilizados e fornece toda a informação necessária aos seus titulares.

O utilizador tem o direito a que o responsável pelo tratamento lhe forneça uma cópia dos dados pessoais em fase de tratamento. Para fornecer outras cópias solicitadas pelo titular dos dados, o responsável pelo tratamento pode exigir o pagamento de uma taxa razoável tendo em conta os custos administrativos. Se o titular dos dados apresentar o pedido por meios eletrónicos, e salvo pedido em contrário do titular dos dados, a informação é fornecida num formato eletrónico de uso corrente.

O utilizador tem o direito de obter do responsável pelo tratamento o apagamento dos seus dados pessoais, sem demora injustificada, e este tem a obrigação de apagar os dados pessoais, sem demora injustificada, quando se aplique um dos motivos referidos no RGPD e tem também o direito de obter do responsável pelo tratamento a limitação do tratamento, em determinadas situações.

O utilizador titular dos dados tem o direito de receber os dados pessoais que lhe digam respeito e que tenha fornecido a um responsável pelo tratamento, num formato estruturado, de uso corrente e de leitura automática, e o direito de transmitir esses dados a outro responsável pelo tratamento, em determinadas situações, sem que o responsável a quem os dados pessoais foram fornecidos o possa impedir.

Quando os dados pessoais forem tratados para efeitos de comercialização direta, o titular dos dados tem o direito de se opor a qualquer momento ao tratamento dos dados pessoais que lhe digam respeito e se assim for os dados pessoais deixam ser tratados para esse fim.

O responsável pelo tratamento aplica medidas técnicas e organizativas para assegurar que, por defeito, só sejam tratados os dados pessoais que forem necessários para cada finalidade específica do tratamento. Essa obrigação aplica-se quantidade de dados pessoais recolhidos, à extensão do seu tratamento, ao seu prazo de conservação e à sua acessibilidade.

Poderá ser emitida certificação aos responsáveis pelo tratamento por um período máximo de três anos em matéria de proteção de dados, bem como selos e marcas de proteção de dados, para efeitos de comprovação da conformidade das operações de tratamento com o presente regulamento.

Local do tratamento dos dados pessoais

O tratamento de dados ocorre nas instalações STRAIN acima mencionadas e são tratados apenas por técnicos da empresa.

Prazo de conservação dos dados pessoais ou, se não for possível, os critérios usados para definir esse prazo

O período de tempo durante o qual os dados são armazenados e conservados varia de acordo com a finalidade para a qual a informação é utilizada. Os dados ficam armazenados no nosso sistema para que nos envios de cupões futuros, os clientes não tenham que estar sempre a registar. No entanto, se os utilizadores preferirem que os dados não fiquem armazenados, têm contactando-nos através dos diversos meios disponíveis no site. Nas Newsletters, o prazo de conservação e de tratamento dos dados pessoais que nos fornece inicia-se no momento em que o utilizador disser que quer receber as mesmas e termina quando o utilizador cancelar o envio destas, através dos diversos meios disponíveis no site, e o titular dos dados em causa receberá um email de notificação que o informa que os seus dados serão retirados na nossa lista de envio de Newsletter.

A Strain utiliza os dados pessoais recolhidos para Marketing Direto?

A Strain não utilizará os seus dados pessoais para lhe enviar qualquer correio não solicitado cujo conteúdo não tenha recebido o seu consentimento explícito. A Strain não vende nem negocia os seus dados com terceiros.

Os dados pessoais são, objeto de um tratamento lícito, leal e transparente. Os dados são Exatos, atualizados sempre que necessário e os dados inexatos, tendo em conta as finalidades para que são tratados, serão apagados ou retificados sem demora. O titular tem o direito de obter, sem demora injustificada, do responsável pelo tratamento a retificação dos dados pessoais inexatos que lhe digam respeito, sem demora injustificada, do responsável pelo tratamento.

Tendo em conta as finalidades do tratamento, o titular dos dados tem direito a que os seus dados pessoais incompletos sejam completados, incluindo por meio de uma declaração adicional. O utilizador tem o direito de solicitar ao responsável pelo tratamento acesso aos dados pessoais que lhe digam respeito, bem como a sua retificação ou o seu apagamento, e a limitação do tratamento no que disser respeito ao titular dos dados, ou do direito de se opor ao tratamento, bem como do direito à portabilidade dos dados. O utilizador tem o direito de apresentar reclamação a uma autoridade de controlo, em Portugal, esta autoridade é a Comissão Nacional de Protecção de Dados com sede na Rua de São Bento, 148, R/C, 1200-821 Lisboa e tem o site www.cnpd.pt.

Quem tem acesso aos dados pessoais do Utilizador?

A Strain não divulga a terceiros quaisquer dados pessoais dos seus Clientes e Utilizadores, sem o seu consentimento, exceto quando tal for exigido pela Legislação.

Onde são guardados os dados do Utilizador?

A Strain guarda os dados dos seus clientes e Utilizadores nos seus servidores localizados nos Estados Unidos da América. Estes servidores são protegidos e mantidos de acordo com os mais elevados standards de segurança e por forma a respeitar as leis de privacidade aplicáveis. Caso deseje ser removido da nossa base de dados, poderá exercer esse direito, contactando-nos através dos diversos meios disponíveis no site. É melhor se os dados ficarem armazenados no nosso sistema para que nos envios de cupões futuros, os clientes não tenham que estar sempre a registar. No entanto, se os utilizadores preferirem que os dados não fiquem armazenados, têm nos informar através dos meios disponíveis no site.

A Strain utiliza cookies no seu Website?

O website Strain utiliza cookies em determinadas áreas. Os cookies são ficheiros que armazenam informações no disco rígido ou browser do Utilizador, permitindo que os websites o reconheçam e saibam que já os visitou anteriormente. O Utilizador pode configurar o seu browser para recusar os cookies, porém nesse caso, o website ou partes do mesmo podem não funcionar corretamente. Os cookies são utilizados para monitorizar e analisar a utilização do website, permitindo à Strain proporcionar a melhor experiência de utilização.

Como os seus dados pessoais são protegidos?

Segundo a legislação em vigor e tendo em conta a tecnologia disponível, a Strain proporciona um nível adequado de proteção dos seus dados pessoais, nomeadamente através da implementação das medidas técnicas e de organização necessárias para proteger os seus dados pessoais contra a sua destruição, perda ou modificação acidental, bem como contra acesso e outros processos não autorizados e por qualquer destes factos anómalo os titulares dos dados pessoais serão devidamente informados.

No caso de existir violação de dados o responsável pelo tratamento está obrigado a notificar à entidade de controlo Comissão Nacional de Protecção de Dados, sem demora e sempre que possível, até 72 horas após ter tido conhecimento da mesma. Em certas situações a violação de dados pessoais deve ser comunicada ao titular dos dados.